Amigos:

21 de mar de 2013

Equívocos comuns sobre o Borderline:



Devido ao comportamento de indivíduos com um transtorno de personalidade, eles são frequentemente chamados de manipuladores, sedentos por atenção, exigentes e obstrutivos. Gostaria de comentar sobre estes aspectos individualmente. 
 Manipuladores
Esta é uma opinião muito dura para se ter de alguém que está se valendo de suas melhores habilidades disponíveis. Tente imaginar o que alguém com um transtorno de personalidade já passou, e então pense nos extremos que você iria para se proteger. Não é verdade que a vida é uma luta pela sobrevivência ou isso só pode ser vista desta forma pelos olhos de alguém com um transtorno? 
Sedentos por atenção
Há muitas pessoas com transtornos de personalidade; eles podem ser considerados como indivíduos sedentos por atenção, mas deixa eu te perguntar uma coisa: se você está  fortemente resfriado, o que você espera de seu parceiro ou amigos? Não é conforto e atenção? Então porque seria diferente vindo de alguém que sofre de um grave stress emocional? Outro ponto é que pessoas com transtornos tem este comportamento reforçado devido a certas atitudes. Por exemplo: se alguém com um transtorno de personalidade ameaça de se cortar com uma faca se o parceiro sair para beber com um amigo e este parceiro concordar em ficar em casa, este comportamento é reforçado e muito facilmente pode se repetir no futuro.
Exigentes
Imagine que você quebrou a perna. Sabes que há um tratamento e que com um pouco de paciência vais melhorar antes que você se dê conta. Com um transtorno de personalidade você tende a ter este problema por muitos anos com nenhuma esperança real de cura, mas seus sintomas provavelmente diminuirão a medida que você fica mais velho. Ao contrário da perna quebrada, não se vê exatamente o que está errado, mas definitivamente se sente. Eu tenho certeza que todos vão concordar que isso faria de qualquer um um tanto exigente e impaciente. 
Obstrutivos
Pessoas com problemas mentais encaram os tratamentos por anos. Os que tem um transtorno provavelmente vão passar por estes tratamentos por um período ainda maior que o padrão de pacientes com doenças mentais. A eles são oferecidos tantos serviços e terapias que tem tantos nomes mas geralmente significam a mesma coisa; eles acabam se sentindo um pouco como cobaias e relutantes a prosseguir em outro tratamento.

(minha tradução livre do artigo: Common Misconceptions no BPD World)

.

5 comentários:

  1. Eu acho os rótulos péssimos..sempre que falo do borderline já imagino alguém catando no google e lendo as piores coisas kkk Meus pais fizeram isso e acabam achando que sou assim.Reconheço que já manipulei sim emocionalmente por estar muito mal e estar achando que aquela pessoa que estava cmg estava me fazendo mt mal(e estava!!).Então, queria vê-la sofrer tb!Só que o adjetivo "manipulador" é muito relativo pq todos que tem um tal interesse serão manipuladores..só que é uma palavra bem pesada.Que tal?influenciadores?Tb concordo ctg.Porrãnnn, "sedentos por atenção" kkkk quem não é carente e nem precisa ser border?kkkkk zuera.Sério, a nossa carência é um inferno..vamos combinar :/ "Exigentes" é a minha bunda kkkkkkkkk isso nem vou comentar pq td mundo pode ser.Obstrutivo..não acho que seja pela infinidade de tratamentos e por serem a msm coisa.Acho que temos péssimos profissionais e poucos qualificados para terem paciência identificando o nosso transtorno.Somos diagnosticados de maneira errada, prescrevem medicamentos inadequados e tem uma parte que é culpa nossa:intolerância ao tratamento.

    ResponderExcluir
  2. kra..comento e posto na pior hora..com sono e visão borrada kkkkk repeti acentos..aff kkkkkk

    ResponderExcluir
  3. EH Naty, todo mundo quer atenção e carinho...

    ResponderExcluir
  4. Oi Naty
    Nossa, perfeito post querida! Isso mesmo, temos que tentar tirar a velha ideia que os "normais" tem sobre nós. Você está melhorando a cada dia, blogar está fazendo bem a vc, qualquer coisa #tamo junta.
    Bjos.
    http://ashistoriasdeumabipolar.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Essa música é demais, para os que cultivam o exagero de sentires, para que tentam contê-los e obtém pouco sucesso.

    Adoro um amor inventado ♫♪

    Viva, Cazuza!

    Beijo!

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito bem-vindo. Mas se você for um desocupado e quiser esculhambar, por favor faça um favor a si mesmo e poupe seu tempo e o meu, ok?

Moderei os comentários, então o que você escreveu vai ser lido por mim antes de aparecer.