Amigos:

10 de jan de 2014

Medicamentos para o TPB




Existem duas razões do porque remédios são usados no tratamento do Transtorno de Personalidade Borderline. Primeiro, eles provadamente ajudam em estabilizar as reações emocionais, reduzindo a impulsividade e aprimorando as habilidades de racionar logicamente em pessoas com o transtorno. Segundo, os remédios são eficazes em tratar os outros transtornos que estão frequentemente associados com o TPB, como a depressão e ataques de pânico e os transtornos físicos como a enxaqueca.

É muito difícil para os borders aprenderem sobre si mesmos e seu transtorno, a lidarem eficazmente com seus problemas e fazerem progressos reais na terapia quando eles não conseguem controlar suas reações emocionais e sua impulsividade, quando não conseguem pensar racionalmente. Muitas pessoas com o TPB sentem-se como se estivessem lutando uma guerra perdida porque sabem que não deveriam permitir que suas emoções e que seu comportamento fugissem do controle, porém não são capazes de parar. Você deve saber muito bem como é estar frequentemente frustrado porque não controla os impulsos e sentimentos, porque é incapaz de raciocinar sob stress.

Por exemplo: é importante que você permaneça conectado com seus sentimentos e conflitos internos e não tente escapar deles enquanto lida com uma situação delicada, como separações e luto. Esses são os momentos quando você fica mais propenso a desistis do processo terapêutico e agir das formas mais auto-destrutivas (por exemplo: começar a beber, se cortar ou usar drogas). Essa situação é ainda mais frustrante porque as outras pessoas não compreendem porque você perde o controle de vez em quando. Eles acham que você é assim porque quer.

Você e sua família podem ficar prazerosamente surpresos e aliviados ao aprender que as medicações podem ajudar a reduzir a maioria dos sintomas mais complicados a um nível mais tolerável. E então você lidará melhor com as situações difíceis e a lidar com os conflitos.


(Eu uso 3 tipos de remédios: antidepressivo, moderador de humor e antipsicótico - sim, antipsicótico! A Quetiapina. Quando questionei minha psiquiatra do porquê eu estar usando este tipo de remédio, ela me disse que ela agia como estabilizador de humor, mas eu sempre fiquei com a pulga atrás da orelha. Até que achei esta explicação, que com certeza vai servir pra muita gente)

Neurolépticos e Agentes Psicóticos atípicos

Este é o grupo de medicações que tem sido mais estudado para o tratamento do TPB. Os neurolépticos foram a primeira geração de medicamentos usados para tratar transtornos psicóticos. Neles estão incluídas a clorpromazina, Trifluoperazina, haloperidol, tiotixeno e alguns outros. Os antipsicóticos atípicos são a segunda geração de remédios desenvolvidos para tratar os transtornos psicóticos. Estão incluídos neste grupo a clozapina, a olanzapina, risperidona, quetiapina, ziprasidona e o aripiprazol. 


Nas suas dosagens normais, estes medicamentos são muito eficazes em melhorar o pensamento desordenado, respostas emocionais e comportamentos de pessoas com outros transtornos mentais como o transtorno bipolar e a esquizofrenia. Porém em dosagens menores são muito úteis em diminuir as respostas emocionais exageradas e a impulsividade, e a melhorar a habilidade de pensar e argumentar em pessoas com o TPB. Dosagens baixas dessa medicação muitas vezes reduzem humores depressivos, raiva e ansiedade e diminuem a severidade e a frequência de atos impulsivos. Além disso, pacientes com o TPB reportam melhora na sua habilidade de pensar racionalmente. Há também uma redução ou eliminação do pensamento paranóide, se existe este problema.

Existem 7 estudos publicados sobre a ação de neurolépticos e agentes antipsicóticos atípicos em pessoas com o transtorno de personalidade borderline. Seis deles mostraram resultados positivos. O American Psychiatric Association publicou um suplemento em seu jornal - o The American Journal of Psychiatry  - intitulado "Guia Prático para Tratamento de Pacientes com o Transtorno de Personalidade Borderline". Nele os neurolépticos e os agentes psicóticos são recomendados para pessoas com o TPB que tem sintomas como pensamento deturpado - como a paranóia, depressão, ansiedade, impulsividade e comportamento auto-destrutivo.

O uso deste medicamentos para o tratamento do TPB também é apoiado por achados em pesquisas que sugerem que eles podem exercer seus efeitos terapêuticos por ações em receptores específicos de dopamina, ou dopamina e serotonina. Atividades anormais destes dois neurotransmissores tem sido considerados fatores de risco para o transtorno de personalidade borderline. 

(tradução livre/edição das páginas 135, 136 e 138 do livro "Borderline Personality Disorder Demystified" - autor: Robert O. Friedel, MD)

* Existem outros grupos de medicamentos que auxiliam o tratamento do TPB, falarei sobre eles depois!


47 comentários:

  1. Obrigado por compartilhar isso!

    ResponderExcluir
  2. Não dei certo com nenhum deles, a Quetiapina foi pior, que horror! Mesmo na dosagem mais baixa de 25 mg, me senti com meu vazio intenro ainda maior, atordoado, sem força para nada. Prefiro muito mais um bom analgésico ( Tramal) que pelo menos analgesia a dor, e me deixa seguir a minha vida ao invés desses medicamentos que além de me fazerem lento, ainda engordam horrores.

    ResponderExcluir
  3. A melhor medicação pra mim foi a quetiapina, tomava 400mg, agora estou com 200mg, fora as outras medicações que tomo q são mais 4.

    ResponderExcluir
  4. Descobri que minha filha é Borderline,esta com 29 anos.Qual o melhor tratamento?Me ajudem, por favor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Procure um psiquiatra e se ele não te ajudar, procure outro. É possível viver bem mesmo sendo borderline.

      Excluir
  5. Eu gostei bastante da Paroxetina, ela diminuiu muito a ansiedade, embora o vazio e apatia tenha aumentado demais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Me engordou pra caramba e ainda me deixou toda cansada.Mas cada organismo reage ...eu acho...diferente..
      .apesar de ter visto relatos e muitos do mesmo ganho de peso.

      Excluir
  6. Olá estou pesquisando , lendo tanto sobre esse transtorno. Como posso ajudar meu filho qu não quer ajuda??? como ??? Tenho condições de ajuda lo e no momento ele esta iniciando com quetiapina. Se puder me responder meu email.
    p.fs.g@hotmail.com

    ResponderExcluir
  7. Porque a dopamina e serotonina são fatores de risco para paciente TPB?

    ResponderExcluir
  8. Os remédios sempre engordao? Estou tomando risperidona, anafranil ,carbolitio ,e um sos q ñ sei o nome. Não posso engordar mais!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nem sei se essa resposta ainda é útil, mas até onde eu sei, isso varia bastante de pessoa para pessoa. No meu caso, a quetiapina aumentava muito meu apetite, mas como eu não tomo só ela, mudei outro remédio, que associado com um terceiro, me tira completamente o apetite. Esses outros dois são o Révia (naltrexona), e a Bup (bupropiona). Porque além de um muito provavél diagnóstico de borderline, lidar com a bulimia também não é fácil, principalmente depois de ter engordado 10kg em um ano com a mudança pra esses medicamentos. Mas sempre procure seu psiquiatra, converse com ele. Se ele não te ouvir, ou você não concordar, você sempre pode procurar uma segunda ou terceira opnião.

      Excluir
  9. Tenho uma filha com isso,meu deus que coisa horrível.pior que as pessoas não entendem.

    ResponderExcluir
  10. eu acho q tenho Borderline, tipo todos os sintomas e os comportamentos tudo isso é exatamente como eu estou agora depois de ter sofrido bullying na escola por mais de 3 anos mas nunca contei nada disso pros meus pais e to piorando cada vez mas o q devo fazer ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Procure um psiquiatra, um psicólogo. Não vejo alguém saindo disso sozinho, sinto muito

      Excluir
    2. Procure um psiquiatra e faça o tratame.to

      Excluir
  11. Comecei o tratamento a pouco tomo haloperidol 2mg 10gotas estou bem calma,mais as coisaa quw ja fiz eram orriveis.E ngm te entende.Espero me curar so quem tem sabe o que passa...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você não vai se curar, até onde eu sei :/ Mas pode aprender a controlar e viver melhor com isso.

      Excluir
    2. Perdi pessoas que amava exatamente por isso. A mania de achar que não passamos de criancas mimadas.

      Excluir
  12. RISPERIDONA abre o apetite.

    ResponderExcluir
  13. Tomo Topamax. Esse não engorda. Ao contrário, diminui o apetite. Faço uso há oito anos. Nos primeiros meses chegeui a emagrecer 10 kilos pq não tinha vontade nenhuma de comer. O problema e o preço. A dosagemnque tomo custaria 2. 100, 00. Como e medicação de auto custo, consegui através de um processo judicial e o estado me fornece..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. vc acha caro? gasto 1/4 do meu salário p me tratar. Já comprei esse dicamentos com outros mais. só a consulta hoje do médico, mesmo tendo convenio que n vale p nada, são 300,00. Já paguei até 600,00 de consulta com um dos melhores psiquiatras. Não sou rico. A saude n tem preço. Se trate.

      Excluir
  14. Também não e senti bem com a Quetiapina....
    O que me fez um bem enorme foi o Escitalopram
    Mas ainda não me adaptei a nenhum estabilizador de humor, pois de alguma forma a minha agressividade se manifestar.

    ResponderExcluir
  15. Alguém me ajuda pelo amor de deus
    Eu tô tomando risperidona depakene fluoxitena e clonazepan gente não tá fazendo efeito oque eu faço???

    ResponderExcluir
  16. Sinto tudo isso muita raiva falo tratamento mais não tenho melhora quanto mais próximo da pessoa pior o problema

    ResponderExcluir
  17. orap é um otimo medicamento

    ResponderExcluir
  18. Adorei seu blog. Boas informações!

    ResponderExcluir
  19. Eu sofro desse problema horrivel, ninguem compreende vc, acha que vc é assim porque quer, ja se juntei varias vezes e nenhum dos meus relacionamentos da certo. Só quem tem sabe como é inevitável se controlar, a impulsividade é um terror nas nossas vidas.

    ResponderExcluir
  20. OI ESTOU TOMANDO O PAROXETINA E ESTOU INDO, POREM TIVE UMA CRISE A 2 SEMANAS, MAIS VOU LUTANDO, A DIAS QUE QUERIA TER A SENSAÇÃO DO QUE É SER UM SER NORMAL

    ResponderExcluir
  21. olá!!
    Obrigado por compartilhar informações.Pois saber que não estamos sozinhos é importante.

    ResponderExcluir
  22. minha amiga é borderline e toma lamotrigina, quetiapina, levozine e rivotril.

    ResponderExcluir
  23. Fui diagnósticada há 7 anos, antes do diagnóstico, os medicos achavam que era depressão ou bipolaridade. Tentei suicídio algumas vezes... como a gente sofre, por todo mundo vira a cara para vc nessa hora, que é apenas chilique, que é falta do que fazer... Há dois anos consegui estabilizar com nortriptilina, mas agora tô tendo recaída novamente... Como é difícil esse transtorno.

    ResponderExcluir
  24. Meu marido tem bordelaine tipo explosivo. foi ao psiquiatra e ela recomendou paradoxina,tomou alguns meses,mas so pra melhorar o humor. agora esta disposto a comecar de novo ,mas nao quer psiquiatra.Ouvi falar da quitiopina e queria saber a melhor dosagem pra ele,sem consultar a medica. qual a dosagem melhor. Penso que a mais baixa e muito fraca pro estagio dele, esta violento. posso pedir a psiquiatra receita

    ResponderExcluir
  25. Para quem procura ajuda: terapia comportamental dialética e também brainspotting!!! 😘😘 Ass Psico

    ResponderExcluir
  26. Tomo sertralina e risperidona deu uma melhorada mas nao cura infelizmente quem tem problemas psicologicos e terrivel so quem os tem sabe do que estou falando.

    ResponderExcluir
  27. Acho que talvez minha tia possa ter esse transtorno, como ter a certeza?

    ResponderExcluir
  28. Faço uso de Sertralina 50mg pela manhã e Topiramato 100mg a noite! Faço terapia com uma psicanalista também!
    Comecei essa semana e ainda estou sentindo os efeitos colaterais! Agora paciência!

    ResponderExcluir
  29. A pior parte do transtorno e a sensação de impotência, d nadar e morrer na praia. A sensação de que nada soluciona. Trato a um ano com estabilizador de humor, ante depressivo e ante psicótico e até hoje não sinto mudanças. Será que um dia isso vai mudar, será que terei uma vida em paz...

    ResponderExcluir
  30. Gente...eu acho que tenho mas os remédios realmente engordam e pior deixam parecendo uma velha entrevada....se tomar sertralina junto com Rivotryl ajuda?

    ResponderExcluir
  31. Eu tomo topiramato e excilex e estou me sentindo melhor, e eles me fizeram perder 8 kg. Ainda aumentou minha auto estima.

    ResponderExcluir
  32. Eu tomo topiramato e excilex e estou me sentindo melhor, e eles me fizeram perder 8 kg. Ainda aumentou minha auto estima.

    ResponderExcluir
  33. Oi queria saber se esse trantorno é pra sempre ? Tipo toda vida vou ser velha e ter ?

    ResponderExcluir
  34. Percebi que amo uma pessoa que precisa muito da minha ajuda, mais doque eu pudesse supor. Obrigada Liliane

    ResponderExcluir
  35. Olá, meu nome é Alba, Sou enfermeira e tenho um casal de amigos que estão sofrendo muito com uma filha de 16 anos com TPB.
    Pretendo criar um grupo no whats App com portadores da doença com finalidade de auto ajuda.
    Meu telefone é 0xx85-99987 1003...quem tiver interesse favor me adicionar. Obg.

    ResponderExcluir
  36. Sou mãe de um boderlaine que não aceita fazer terapia.

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito bem-vindo. Mas se você for um desocupado e quiser esculhambar, por favor faça um favor a si mesmo e poupe seu tempo e o meu, ok?

Moderei os comentários, então o que você escreveu vai ser lido por mim antes de aparecer.