Amigos:

31 de dez de 2013

2013: Sobre fins e começos.




Eu fui ao inferno. Conheci a dor, o escuro, a lâmina. Descobri que a maioria dos meus amigos não eram meus amigos e que quase tudo que eu acreditava ser verdade era fruto de algo chamado Transtorno de Personalidade Borderline.

Perdi tudo que tinha em questão de meses. Criei um blog. Conheci amigos que levarei para toda a vida. Achei que não estaria viva para ver 2014 e cá estou. Escrevendo este texto para vocês. Sou especial? O que me faz ter conseguido enquanto muitos sucumbiram ao fundo do poço? Eu não sei e me pergunto isso todos os dias. E talvez por isso continue.

Acreditei que não conseguiria e consegui. Rápido. Desespero a cada lampejo de crise. De repente estava trabalhando, de repente estava tentando pegar nas mãos as rédeas de minha vida. Muitos me disseram que eu estava bem. Não sei o que é isso e talvez quando eu descubra, eu pare de ter medo. Ou não.

Mas uma coisa eu sei: o blog foi meu caminho de volta à luz no fim do túnel. A cada comentário, a cada resposta, a cada visualização, a cada agradecimento, vocês me impulsionaram para frente. Cada vez que eu pensava em me cortar eu lembrava de alguém que havia me dito que tinha parado pelo que leu aqui, ou por um vídeo que viu, e isso me dava forças pra conseguir seguir. Cada vez que eu acreditava que eu não tinha forças, vocês me disseram que eu tinha, cada vez que eu quis acabar com tudo vocês me disseram que eu conseguiria passar por mais uma. E eu consegui: estou viva. Estou tentando.

2014 prometo estar presente, prometo colocar aqui no blog mais notícias, mais ajuda, mais. Sempre mais.

Então, neste ano de inferno, eu tenho a agradecer a cada um que entrou aqui, a cada palavra de carinho, a cada agradecimento, a cada energia boa enviada pela tela de centenas de computadores. 

Vocês salvaram minha vida e nada do que eu faça aqui será grande o suficiente para retribuir isso.

Só algo a dizer a cada um:

OBRIGADA!




11 comentários:

  1. Quem deve dizer obrigada aqui sou EU! , que vi nos seus depoimentos uma luz no fim do túnel , vi que alguém é igual a mim em alguns aspectos.. enfim obg :)

    ResponderExcluir
  2. Feliz 2014. Conta sempre comigo. Beijos Helen

    ResponderExcluir
  3. Obrigada você por não deixar guardado na gaveta o desabafo que consola e impulsiona meu ser.

    ResponderExcluir
  4. eu que agradeço a tua coragem em partilhar tuas dores e reflexões. um abraço e um 2014 de muita força.

    ResponderExcluir
  5. obrigada pela coragem de compartilhar suas reflexões. um 2014 de muita força e luz.

    ResponderExcluir
  6. Que este ano seja de mais felicidades e menos cortes!!!!

    ResponderExcluir
  7. espero que você melhore mais e mais, acredite, podemos ser feliz sim e sem cortes, apesar dos estresses e da maioria da sociedade que não nos entende e nos cobram atitudes que desconhecemos pois nunca nos foi ensinado e precisamos vestir mascaras e tentar viver como pessoas normais em meio de tanta cobrança, tanta desempatia. As vezes acho que somos os verdadeiros lutadores e vencendores, os mais tolerante pois somos os diferentes vivendo num mundo de modelos prontos, perfeitos e comuns e precisamos sobreviver a toda esta falta de compreensão e empatia dos "normais" e fingir que nos encaixamos, precisamos entender todo mundo enquanto ninguem nos entende. Enfim, acabou saindo um breve desabafo aqui, férias viajando com familia inteira é foda!!!

    ResponderExcluir
  8. se vc estiver online me ajude, se algum border ler esta minha mensagem me de uma luz:

    http://normalidadequestionavel.blogspot.com.br/2014/01/pedido-de-ajuda-recaida.html

    ResponderExcluir
  9. Perambulando na internet encontrei seu blog e fiquei tocada pelas palavras e toda sua história e batalha do dia a dia. Eu sofro de ansiedade alta, depressão e fobia social, e, na adolescência costumava me cortar. O que posso te dizer é que quando lutamos por nós mesmos descobrimos uma força incrível dentro de nós e ela que nos impulsiona a procurar pelo melhor a cada dia. Neste momento sinto que entrei em depressão novamente, mas não entro mais em desespero, porque sei que vou sair disso uma hora dessas... o importante é nunca desistirmos de nós mesmos! Que você seja forte e aprenda muito consiga mesma por toda sua vida! Feliz 2014!

    http://gotinhasesperanca.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Oi! Conheci seu blog hoje e já me apaixonei. Ele é um refúgio para mim, ver que me entendem. Percebi que você posta algumas músicas e indico que você dê uma olhadinha em I hate you, dont leave me da cantora Demi Lovato (ela é bipolar mas a música se encaixou perfeitamente no meu relacionamento border). Bj

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito bem-vindo. Mas se você for um desocupado e quiser esculhambar, por favor faça um favor a si mesmo e poupe seu tempo e o meu, ok?

Moderei os comentários, então o que você escreveu vai ser lido por mim antes de aparecer.