Amigos:

11 de abr de 2013

Ausência/Presenças



A um ausente

Tenho razão de sentir saudade,
tenho razão de te acusar.
Houve um pacto implícito que rompeste
e sem te despedires foste embora.
Detonaste o pacto.
Detonaste a vida geral, a comum aquiescência
de viver e explorar os rumos de obscuridade
sem prazo sem consulta sem provocação
até o limite das folhas caídas na hora de cair.

Antecipaste a hora.
Teu ponteiro enlouqueceu, enlouquecendo nossas horas.
Que poderias ter feito de mais grave
do que o ato sem continuação, o ato em si,
o ato que não ousamos nem sabemos ousar
porque depois dele não há nada?

Tenho razão para sentir saudade de ti,
de nossa convivência em falas camaradas,
simples apertar de mãos, nem isso, voz
modulando sílabas conhecidas e banais
que eram sempre certeza e segurança.

Sim, tenho saudades.
Sim, acuso-te porque fizeste
o não previsto nas leis da amizade e da natureza
nem nos deixaste sequer o direito de indagar
porque o fizeste, porque te foste

(Carlos Drummond de Andrade)



Comecei falando da ausência que me corrói, mas agora vou falar das presenças. Desde que comecei o blog conheci pessoas lindas, que mesmo sem nem saber direito quem eu sou me escrevem palavras de conforto, me aconselham, me aguentam falando das besteiras que faço, das lágrimas que derramo. Uns estão comigo desde os primeiros posts, outros chegaram a pouco tempo, porém todos são muito especiais, me fizeram acreditar que não estou completamente sozinha. Eu tinha falado num post passado que se eu soubesse fazer, daria um selo pra vocês, que no meu ponto de vista, ou pelo menos esse aqui é, um abraço apertado virtual.
Muito, MUITO obrigada pelo carinho. Acho que nenhum de vocês imagina o quanto são importantes. São minha rede de apoio.
Queria agradecer também aos que vem aqui de passagem, aos que lêem minhas postagens, que comentam e também me falam palavras de força, àqueles que eu, mesmo sem saber, consegui ajudar um pouquinho do entendimento do TPB. Esse blog já tem 2.500 visualizações, pode parecer pouco para blogs grandes, mas nunca imaginei que eu alcançasse este número em pouco mais de um mês.

Venham aqui pegar o seu presente!

http://diariodeumsuicida2013.blogspot.com.br/

Código da imagem:

<a href="http://draft.blogger.com/borderline-girl.blogspot.com"><img src="https://mail.google.com/mail/?ui=2&amp;ik=4f509c17d1&amp;view=att&amp;th=13df708ce07c85c1&amp;attid=0.1&amp;disp=thd&amp;realattid=f_hfdc8zas0&amp;zw" /></a>




16 comentários:

  1. Olá!
    Eilan
    que bonita recepção...penso que é a primeira vez que vejo uma poesia aqui...gosto de Drummond.
    sim...já levei meu mimo.Nem sei como te agradecer, porque sou um amigo que está aprendendo muito aqui com o relato de suas experiências de vida. E não sei se vc sabe, eu tenho uma página de selos e mimos( o seu já está lá com link para seu blog, é só clicar nele)...acesso pelo meu menu.Obrigado de coração!
    Bom dia de quinta feira
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se eu pudesse eu daria um abração de verdade em cada um de vocês... :)

      Excluir
  2. Bom dia Eilan.
    Adoro Drummond sempre. Como é cedo vou voltar aqui para ler
    o texto depois da poesia, esse assunto distancia
    é dolorido, pois e lembra afastamento.
    Comentou la no blog Os Sinos que mora perto do mar.
    Eu amo o mar, tenho com ele uma relação de amor, digo que o Mar é meu amante consentido. As vezes vou la e so olho,isso se eu estiver mal, pois ele me faz olhar pra mim e isso é duro quando não estou bem.
    Quando entro na agua ai o mundo externo
    some por um pouco. nas viagens em familia e com amigos que são poucos, acordo cedinho e vou correr. Na ultima vez, sabado passo deixei a turma na mesa a beira da piscina , voltei ao quarto , troquei de roupa e fugir pra uma mergulho.Ao sair da agua, la estava minha amiga olhando e voltando pra piscina que ela queria ter a mesma coragem que eu. mas não é coragem:é relação com o Mar, eu tenho e adoro.
    Bjins

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sabe, eu era assim tb, não podia ficar longe do mar, mesmo que caminhando na orla eu tinha que pelo menos molhar os pés...
      Mas acho que com todos os problemas e rotinas vamos esquecendo do que faz bem...

      Beijos!

      Excluir
    2. Pois quando estou mal comigo, fugindo
      de me assumir não vou ao mar, passo semanas
      como os moradores locais, fui criada no RJ
      e mar ou agua limpa pra nós sempre foi essencial.
      Ja quase morri 1 vez que entrei no mar zangada, aprendi.

      Excluir
  3. Eilan,
    quando quiser conhecer minhas poesias ,
    passa aqui nesse meu primeiro canto, comecei a publicar primeiramente no orkut
    e depois criei esse blog que gerou os mais de 40 blogs ativos e atualizados que tenho hoje.
    Bjins entre sonhos e delírios
    Catiaho Alcantara/Reflexo d'Alma

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não consegui acessar seu perfil pra visitar seu blog... :(

      Excluir
    2. Estou testando e esta tudo certo. Por favor reconfere?http://reflexodalma.blogspot.com.br/
      olha esses tambem overdose de Catiaho rsrs:
      meu blog vermelho:http://meusreflexoscontostextoseafins.blogspot.com.br/
      http://fragmentosdeserluaflor.blogspot.com.br/
      http://reflexoemcoisadehomemsim.blogspot.com.br
      http://reflexoemcoisasdemulher.blogspot.com.br/

      http://frasesemreflexos.blogspot.com.br/

      Excluir
  4. Oi querida
    Hoje recebi o agradecimento de outra querida, eu disse que não precisava, quando fiz o blog, foi para ajudar pessoas com transtorno, assim como eu fui ajudada através de um blog. Que bom que está dando resultado, pois faço de coração, pode contar comigo, sempre. Já vou levar meu selo. Obrigada!
    Bjos. #tamo junto.
    http://ashistoriasdeumabipolar.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você ajuda muito, pode ter certeza. O selo é o que posso fazer virtualmente, mas queria agradecer muito mais!!

      Excluir
  5. Oi Eilan, adorei o presente, mas como eu faço agora? [Não entendo nada de selos rsrs]

    E adorei a sua consideração pelos seus amigos, você sabe que pode contar com a gente sempre, de uma forma ou de outra estaremos aqui para lhe ajudar e se isso não for possível, estaremos aqui assim mesmo, ao menos para te ouvir.

    Bjus
    te mais

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. aiuehuaiheiuahieuh

      Copia ele e coloca no seu blog em algum lugar.

      bjo!

      Excluir
  6. Que linnnnnndo shenty! *-* Nem sei como agradecer! Adoro seu blog, sua sinceridade ao escrever e o modo como lida com o transtorno (apesar de ainda conhecer pouco sobre ele).
    Tenha certeza que sempre que eu puder te dar força eu te darei e sei que posso contar com você também.
    Abraço virtual bem recebido, obrigada pelo carinho s2
    Beijos, Lavi.
    acidia28.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu que tenho que agradecer a vcs, SEMPRE!

      Excluir
  7. Ounnnnnn *____* que fofaa.Às vezes posto para sabe lá quem, mas vc está sempre lá me dando um apoio:) Obrigada por existir.

    ResponderExcluir
  8. E como faz p ver o presente??kkk

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito bem-vindo. Mas se você for um desocupado e quiser esculhambar, por favor faça um favor a si mesmo e poupe seu tempo e o meu, ok?

Moderei os comentários, então o que você escreveu vai ser lido por mim antes de aparecer.