Amigos:

5 de mai de 2013

Cutting.




Se cortar é como começar a usar drogas. Você começa com pouco, um corte, um lugar escondido, ainda pensando no que os outros vão pensar. Então você vê que aquilo dá pira, dá barato, acalma, as coisas funcionam. 

Então faz o segundo corte, como a segunda carreira de cocaína. Quanto mais sangue, maior o barato, então você cheira a terceira carreira. O que era uma vez por semana se torna hábito, como o cigarro matinal, como o café da manhã.

Você percebe que já não liga mais se te vêem com olhos vermelhos, agindo estranho, paranóico, com roupas longas no calor, com marcas nos braços e coxas. Você quer ir mais longe, cortar mais fundo, provar algo mais forte, cocaína não basta, tem que ser crack, tem que ser fundo, o primeiro corte nunca é o mais profundo, sempre pode se ir mais além.

Se dá conta que não tem mais onde cortar. Se o fizer, cruzará a barreira e não ficará mais com os pés no chão. É a pedra mais fina de crack que está lá mas, ao tentar fumá-la, talvez as consequências sejam sérias.

A pergunta que fica é: Você pára? Quando não se tem esperança, o que faz os pés tocarem o chão?

3 comentários:

  1. "A pergunta que fica é: Você pára?"... Eu espero tanto, sempre, que a resposta seja sim, que a mão recue na hora exata da mutilação. Que a alma sossegue, todo dia um pouquinho, e quem sabe um dia apareça o sol... E ele queira ficar.

    Beijo, menina.
    Fica bem.

    ResponderExcluir
  2. Hoje me peguei admirando a faca da cozinha. Sinto que estou começando a ceder... depois de meses. Sei que não posso fraquejar agora Eilan, mas ás vezes acho que nunca parei de verdade.

    Boa noite de domingo flor
    bjus

    ResponderExcluir
  3. Olá!Eilan
    se tende a ter grandes dificuldades para se expressar verbal ou emocionalmente, e não consegue falar publicamente sobre suas angustias nem chorar diante de outras pessoas, então, em muitos casos,se desencadeia esse comportamento. Alguns me afirmam que escrever lhes parece de grande ajuda, como uma forma de expressar suas emoções, o que não conseguem fazer de outras formas. Desse modo, a necessidade de se automutilar vai diminuir..então, em vez de pensar se deve parar ou não...escrever mais?
    Obrigado pela visita
    Boa semana
    Beijos

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito bem-vindo. Mas se você for um desocupado e quiser esculhambar, por favor faça um favor a si mesmo e poupe seu tempo e o meu, ok?

Moderei os comentários, então o que você escreveu vai ser lido por mim antes de aparecer.