Amigos:

18 de jun de 2013

Feliz Aniversário



Hoje é meu aniversário. Não falarei hoje sobre dicas e fatos sobre o TPB. Não falarei sobre dados e curiosidades sobre o transtorno.

Hoje vou falar de mim. Praticamente 4 meses em casa. Diagnostica a quase este tempo. Estudei, construí o blog, as coisas aumentaram, projetos. Mas ainda estou em casa. Estigmatizada pela maioria das pessoas que acham que eu estou assim por causa de fossa. Ontem escutei que eu teria motivos para comemorar porque tinha duas pernas e dois braços e tinha muita gente pior que eu, sofrendo e passando fome. Como esse tipo de argumento de merda pudesse ter algum valor. Se fosse assim, ninguém derramaria uma lágrima no mundo.

Só sabe da dor quem a sente. Só sabe o que é ter uma crise tão violenta de se cortar repetidamente, ver o sangue escorrendo e querer ainda mais, tendo que chamar a mãe pra ajudar a não se retalhar inteira é quem faz isso. Vocês acham que eu gosto disso? Que eu acho divertido?Que eu não luto? Eu estou lutando todos os dias, desde que acordo, lendo, estudando, tentando comer, tentando sobreviver. Será que pensam que acho bem legal não conseguir sair na rua? Suar frio por entrar num shopping? Ter uma crise de choro porque cortei a droga do cabelo?

Não estou me fazendo de vítima. Estou desenhando que não há botão de liga e desliga para a dor, infelizmente. Não posso desligar o transtorno. Meus passos são frustradamente de bebê.

Então, não, não tenho muitos motivos de comemorar. Não tenho como sorrir porque estou fazendo 34 anos hoje. Tive vitórias? Tive. Estou evoluindo? Estou. Infelizmente não o suficiente pra compreender e conseguir ficar contente porque hoje é o dia que eu nasci. Estou contente por ter minha mãe e os MUITO POUCOS amigos que lembraram desta data hoje. Contente por ter esta ferramenta que é meu blog. Contente por conseguir transformar esta merda que me acontece a tanto tempo em algo positivo.

Eu sei que meu ex é um filho da puta. eu sei que ele não merece que eu sequer perca 30 segundos de minha vida pensando nele. Porém, não tá dando pra superar ainda. Aos poucos consigo ver a luz, alguns dias mais uns menos. Hoje é um dia de menos.

E principalmente tô muito puta com a completa falta de informação sobre o TPB que existe por aí. Ando escutando tanta porcaria que dá vontade de chorar. Fui chamada de chantagista emocional a um tempo atrás. Desculpa que é meu MECANISMO DE DEFESA. Eu NÃO GOSTO de ser assim e eu estou dando o sangue LITERALMENTE pra superar.

Por isso também tomei a decisão de fazer os vídeos sobre o transtorno e jogar no youtube. Vou dar a cara pra bater. Mas a informação precisa ser passada. Não é possível que essa ignorância ainda aconteça por tanto tempo.

Enfim, meu aniversário me trouxe pelo menos esta resolução. Não estou infeliz, também não estou feliz. Estou anestesiada, lidando com tudo a minha volta e digerindo os acontecimento, exatamente para não surtar mais e acabar caindo.

Enfim. É isso. Desculpem as palavras duras, não são direcionadas a vocês.

Aos meus comentaristas lindos o meu MUITO OBRIGADA. Vocês, junto com o blog, conseguiram dar uma direção a minha vida.

E bem... Parabéns pra mim.

8 comentários:

  1. Eilan, fiquei muito feliz pela sua visita ao meu blog. Pena não ter chegado aqui no exato dia do seu aniversário, mas saiba que mesmo sem te conhecer pessoalmente, desejo de verdade que vc encontre seu caminho para ser feliz. As palavras podem ferir, mas procure não ligar para essas pessoas ignorantes. Só quem sabe o seu sofrimento é vc...Uma das mais experiências mais devastadoras é se relacionar com quem brinca com nossos sentimentos, mas tenho certeza absoluta que um dia vou ler no seu blog que vc superou. É muito corajoso da sua parte abrir o coração e nos ensinar a respeito desse transtorno. E creio que vc vai conseguir encontrar o seu jeito, não o que as pessoas esperam, mas o seu jeito de ser feliz, de encontrar equilíbrio. Um abraço bem apertado! Bjs

    ResponderExcluir
  2. Não dá pra sentir o sentimento dos outros. Não dá pra saber da dor dos outros. O que a gente pode fazer é tentar entender.

    Quando tentamos entender, inconscientemente nos lembramos de nossas próprias dores e as comparamos a da pessoa. Assim, a gente tenta entender.

    As dores são diferentes, mas podemos pensar que são parecidas. Entender é complicado, mas tentar já ajuda muito!

    Feliz aniversário, espero mesmo que tenha sido muito feliz! Ou, pelo menos, o melhor possível!

    Caramelo de Limão

    ResponderExcluir
  3. Ei, me da um email seu?
    Que dizer uma coisa por la.]
    e pedir uma autorização.
    Meu email é: catiaho@hotmail.com

    ResponderExcluir
  4. Parabéns! Há um motivo para existir. Lembram de ti, passam por aqui, aprendem sobre. E você passa por aí, dá sentido e razão a atividade de escrever de outros. Estamos juntos, nessa empreitada de viver e sofrer e chorar e aprender e ser quem se é, como se é. Blá, blá, blá, pode parecer, mas não é. Presente:

    Esperança

    Adiante-se,
    Venha ver o primeiro raio de sol.
    Pare um momento,
    Apenas um,
    Sinta o vento.

    Observe o movimento contínuo das águas que passam,
    Águas que passam e levam.
    Apodere-se,
    Apreenda o que há de bom das emoções que transpassam.

    Que saudade da verdade que nunca foi conhecida,
    Da força absoluta que se relativiza e me avisa:
    Não é hora de acordar, sonhe em paz.

    Aprendi a brincar com a alegria e a tristeza das emoções humanas,
    A dor não é tão triste quando a ela dá-se humor.
    O amor é mais bonito quando versejado,
    Poetificado, poemificado, se petrifica,
    A palavra escrita fica e emociona os mais diversos corações.

    Hoje contrario toda a forma,
    Reforme,
    Peço aos corações que acolham o sussurrar da alma.

    Quem achar pura bobagem,
    Olhe agora refletida no espelho a tua imagem,
    Reconheça a tua falta de coragem,
    O seu medo da viagem.

    Respire, suspire, se inspire,
    Ame o correr dos dias e lute,
    Chute o que te faz apequenar-se,
    Crie asas e voe.

    ResponderExcluir
  5. Peço desculpa por chegar atrasado, desejo-lhe a maior felicidade do mundo por muitos e muitos anos, desejo também que o seu lindo rosto continue a ser para sempre exímio na beleza.

    Parabéns

    ag

    ResponderExcluir
  6. Oiii...
    Eu sei que você tem mil e um motivos para estar nem muito a fim de comemorar o seu aniversário, mas não poderia passar por aqui sem deixar:
    - Um feliz aniversário, muitas felicidades, que Deus te encha de sabedoria para ser repletamente feliz e vencer todos os obstáculos!!
    Parabéns pela iniciativa de fazer vídeos no YT, tenho certeza que fará muito sucesso, eu tenho vontade de fazer vídeos ensinando artesanato, mas falta tempo para editá-los :-)...
    Bjss

    ResponderExcluir
  7. Oi Eilan, feliz aniversário meu bem. Desejo mesmo, do fundo do coração que você fique bem. Se não der pra ficar feliz, e sei que ás vezes não dá mesmo, ao menos fique bem.
    Aniversário é sempre uma data complicada, vc leu meu post sobre meu aniversário... Entendo você, sei como é estar anestesiado e a gente procura um botão de liga e desliga da dor, mas ele não existe.
    Que o tempo passe flor e que você fique bem.
    Receba meu abraço daqui de longe, mas com a força e o calor desses abraços que a gente dá pessoalmente e me desculpe o atraso.

    Fique forte
    Bjs

    ResponderExcluir
  8. Feliz niver, desculpa o atraso. Vc está viva e lutando, se expondo, dando a cara pra betr como disse. Isso é bom. Tudo dói, eu imagino, mas é bom. Muito obrigada pelos coments e visitas ao meu bloguinho. Muita força e muita luz pra vc! :)

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito bem-vindo. Mas se você for um desocupado e quiser esculhambar, por favor faça um favor a si mesmo e poupe seu tempo e o meu, ok?

Moderei os comentários, então o que você escreveu vai ser lido por mim antes de aparecer.