Amigos:

31 de jul de 2013

Borderline x Bipolaridade: Qual é a diferença?




O Transtorno de Personalidade Borderline e o Transtorno Bipolar compartilham muitos sintomas parecidos, os mais evidentes sendo o humor instável e atitudes impulsivas.

Como resultado eles são confundidos frequentemente, e aqueles que sofrem com os sintomas de um ou do outro são frequentemente diagnosticados errôneamente e então se tratam do transtorno errado.

Como são diferentes, os métodos de terapia variam. A Bipolaridade responde bem a anti-depressivos ao passo que o TPB é tratado eficazmente com terapias, como a Terapia Dialética Comportamental

Em um artigo publicado pelo U.S. National Library of Medicine, Joel Paris, M.D., escreve: "Estudos de tratamento falharam em mostrar que os estabilizadores de humor tem em qualquer ponto a mesma eficácia no TPB do que eles tem no tratamento do Transtorno Bipolar."


Erros no diagnóstico


Portanto, o diagnóstico correto é de extrema importância a fim de experienciar a recuperação dos sintomas do TPB ou do THB (transtorno de humor bipolar). Ainda assim os transtornos continuam a ser confundidos um com o outro.

Todavia, "pode haver mais nisso que uma simples confusão", diz Randi Kreger, autor de "Pare de Pisar em Ovos."

Kreger aponta uma ferramenta para o diagnóstico, o Questionário de Transtornos de Humor  (Mood Disorder Questionnaire - MDQ), como sendo uma ferramenta potencialmente defeituosa na indicação de TPB ao invés de Transtorno Bipolar. Isso é baseado nos resultados de um estudo do Rhode Island Hospital no qual foi descoberto que quando os pacientes eram selecionados baseados no MDQ (bipolares), eles eram quatro vezes mais prováveis de serem diagnosticados com o TPB do que se fossem diagnosticados somente usando os padrões do Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais.

Até mesmo os padrões do Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais tem estado sob as lentes dos microscópios e foram acusados de serem vagos demais. Mudanças na forma que os pacientes serão diagnosticados estão chegando no novo manual (DSM-5), que será lançado em maio deste ano, na Reunião Anual da Associação Americana de Psiquiatria, em San Diego.
(nota: não houveram mudanças específicas para o diagnóstico do TPB no novo manual, mas um novo modelo foi publicado nele em um capítulo separado, para estimular mais pesquisas neste sistema de diagnóstico modificado)

Além de tudo isso há o fato que o THB e o TPB podem ser co-ocorrentes. As pessoas diagnosticadas com o Transtorno de Personalidade Borderline pode também ser diagnosticada com o Transtorno Bipolar e vice-versa.


Mudanças de humor diferentes


Existem diferenças que um clínico qualificado vai procurar para determinar o diagnóstico correto. Uma delas é o ciclo destas mudanças de humor. Embora os dois transtornos experienciem estas mudanças, aqueles com o TPB tem ciclos muito mais rápidos, frequentemente várias vezes ao dia.

Marsha Linehan, professora de psicologia da Universidade de Washington e pioneira da Terapia Dialética Comportamental, descreve estes ciclos que o border experiencia: " Você tem o medo aumentando e diminuindo, tristeza aumentando e diminuindo, raiva aumentando e diminuindo, repugnância aumentando e diminuindo e amor aumentando e diminuindo."

Alguém com o transtorno bipolar vai ter estes ciclos com menos rapidez. Algumas vezes um pode durar meses ou até anos.

Se você acredita que tem sintomas do TPB ou do Transtorno Bipolar, certifique-se de ser diagnosticado por um profissional da saúde mental qualificado. É importante que você receba o diagnóstico apropriado a fim de ter um tratamento eficaz para o Borderline, THB ou para ambos.

(tradução livre deste artigo e referência ao novo Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais tirada daqui.)

* Tava tão louca traduzindo o texto que quase me esqueço de falar: 100 seguidores!!! Muito obrigada mesmo, nunca imaginei chegar nem nos 50!!!

.................................




Com mais de 500 mil exemplares vendidos somente nos EUA, "Pare de pisar em ovos" lida com um tema marcante nos dias atuais: o transtorno de personalidade borderline (TPB). Este livro busca entender este transtorno destrutivo, estabelecer limites e incentivar amigos ou familiares com o transtorno a deixar de lado comportamentos perigosos. Ele discute as últimas pesquisas sobre um problema caracterizado pelo limite das emoções e apresenta técnicas de comunicação e estratégias de enfrentamento para que o leitor possa equilibrar seu relacionamento com um borderline.

O Blog Borderline-Girl está sorteando, em parceria com a Editora Fontanar, dois exemplares deste livro. Para concorrer basta seguir estes passos:

- Curtir a página da Editora Fontanar e o Vivendo a Vida com Borderline


- Ser seguidor do blog Borderline-Girl
- Preencher e enviar o formulário na página SORTEIO.

O sorteio acontecerá dia 20/08!


2 comentários:

  1. Oi querida
    Parabéns pelos cem seguidores! Eu sei que vc escreve por prazer e como modo de terapia, mas acaba sendo maior que isso não e mesmo?! Adorei o post.
    Bjos.

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pelos 100 seguidores. Seu blog vai crescer mais ainda, pode ter certeza. Vc traz muita informação importante, adoro o jeito que vc escreve. Eilan, vc tem muito talento. Um super bj

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito bem-vindo. Mas se você for um desocupado e quiser esculhambar, por favor faça um favor a si mesmo e poupe seu tempo e o meu, ok?

Moderei os comentários, então o que você escreveu vai ser lido por mim antes de aparecer.