Amigos:

9 de set de 2014

O que uma propaganda de limonada pode ensinar sobre os sintomas do Transtorno de Personalidade Borderline?


Recentemente eu vi uma propaganda e me me pareceu que ela se contradizia: "Limonada de morango para sempre"* era orgulhosamente estampada sob uma figura do produto, com a informação que ela estava disponível "por tempo limitado". O que significa isso? A limonada de morango era para sempre ou por tempo limitado?

Isso é o "pensamento preto e branco". A crença de que há somente duas opções, quando, na realidade, há mais do que só duas, é um sintoma do Transtorno de Personalidade Borderline.

As pessoas diagnosticadas com o TPB frequentemente não conseguem integrar mais do que um lado da situação. Uma semana perfeita de terapia pode ser a tortura na próxima semana, sendo a terapia um processo útil porém difícil.

Por que isso? Uma vez uma enfermeira psiquiátrica/ tenente do Exército me disse: "Com você é ou jejuar ou muita fome". Eu logo dei a resposta que disparou na minha mente: "É isso que tem sido minha vida."

As evidências sugerem que o TPB possa ser um tipo de estresse pós-traumático causado por uma infância com eventos turbulentos. Esse estresse é melhor descrito como segue: "Eu pulei para fora de minha pele e continuei pulando". Enquanto a reintegração de corpo e mente é possível, a disconexão entre eles causa um problema maior para uma pessoa com TPB.

A criadora da terapia dialética comportamental Marsha Linehan contou à revista Time: "Os indivíduos borderline são equivalentes à pacientes com queimaduras de terceiro grau. Eles simplesmente não tem, ao pé da letra, pele emocional. Até mesmo o mais suave movimento pode criar um sofrimento intenso."

Por que as pessoas com TPB tem tamanha dor? Quando uma pessoa com este transtorno "pula para fora de sua pele", o tempo pára emocionalmente. Ela está presa num momento e não mais crescendo ou se desenvolvendo. Nesse ínterim, o tempo continua passando em todos os aspectos da existência, e ela nunca desenvolve a maturidade emocional necessária para responder ao que está acontecendo ao seu redor. Ela não está falhando em usar as habilidades de se lidar com situações, pois estas habilidades nunca foram desenvolvidas. Ela é largada com uma percepção de mundo de uma criança: algo é simplesmente bom ou mal.

Parte da cura começa em aprender a ver todos os lados de uma situação. Por exemplo, ambas afirmações na propaganda da limonada podem estar certas. O nome do produto poderia ser "Limonada de morango para sempre" enquanto o produto estivesse disponível por tempo limitado. Ou a promoção para um produto de duração limitada poderia ser uma referência pobre aos Beatles** (talvez "nothing is real"*** não funcionasse bem no público alvo). Perceber que há múltiplas opções permite a uma pessoa com TPB entender o mundo em volta dela e a responder a ele adequadamente.

* Strawberry lemonade Forever
** Os Beatles tem uma canção chamada "Strawberry Fields Forever" - notem que pode ser um trocadilho.
*** Nothing is real - nada é real. Parte da letra da música "Strawberry Fields Forever"


(tradução livre do artigo "What a Lemonade can teach about BPD symptoms")

0 comentários: