Amigos:

26 de abr de 2013

Espiritualidade X Religião: O papel da fé na vida com o Transtorno de Personalidade Borderline



Na faculdade eu passei por uma das experiências mais agonizantes que uma pessoa, especialmente com o transtorno de personalidade borderline, pode passar: um abandono em larga escala.

Eu fui diagnosticada com depressão no verão após meu ano de caloura, e retornei à universidade usando remédios psiquiátricos. As pessoas em minha igreja sugeriram que eu me consultasse na igreja. Depois de duas sessões, a diretora da área de aconselhamento da igreja me disse para não voltar mais até que eu lidasse com toda minha raiva.

Aparentemente ela não entendeu por que eu estava buscando um aconselhamento em primeiro lugar. Eu sabia que precisava de ajuda, então comecei a ir para o centro de aconselhamento da faculdade para um tratamento, enquanto ainda frequentava minha igreja.

Transtorno de Personalidade Borderline e os sentimentos de abandono

Depois de um exorcismo mal sucedido, uma confissão em sete passos e um protocolo de renúncia dos pecados para cura e uma reprimenda pela minha pouca fé, o último acontecimento enquanto eu já estava internada, eu fui forçada a deixar a igreja. Como resultado, todos em quem eu um dia confiei com minha vida não iriam mais falar comigo. O que foi duas vezes mais devastador sobre este abandono é que minha fá era o centro da minha vida e de repente eu estava sozinha.

Significado de Religião e Espiritualidade

Há uma diferença entre religião e espiritualidade. A primeira é um conjunto de regras. Espiritualidade é a maneira na qual você se orienta em direção ao divino. A religião é uma forma de se identificar para a humanidade. Espiritualidade é a forma que você se identifica com as crenças em seu coração.

A religião pode machucar. Para ser franca, a religião são regras. As siga e há bençãos, quebre-as e haverão consequencias. Quando as pessoas focam nas regras de uma religião ao invés do relacionamento da espiritualidade, a corrupção bate a porta.

Como a espiritualidade pode ajudar alguém com TPB

Espiritualidade só pode ajudar. Porque ela é a relação entre o divino e o indivíduo, não pode ser forçado a uma pessoa da forma que a religião pode. Não pode ser tirada de você, como excomungar a si mesmo? Enquanto religião é baseada na disciplina, espiritualidade é amor.

Eu levei quatro anos para entender isso e quando entendi, comecei a me curar. A espiritualidade pode ser um grande benefício para a pessoa com o TPB, oferecendo um senso de aceitação, companhia, significado e compreensão.

A religião é para as pessoas que temem ir ao inferno, já disse um dessas frases de para-choques. A espiritualidade é para aquele que já estiveram lá. Alguém com TPB pode entender isso. A vida em geral e especiamente com o Borderline pode ser um inferno. A espiritualidade pode oferecer conforto e a habilidade para sobreviver. Porque ela é uma relação pessoal ante ao divino, que está sempre disponível. Quando a religião te abandona, a espiritualidade vai te assegurar que não estás sozinho.

(tradução livre desta matéria do More than Borderline Blog)


* Bem, vamos lá. Voltei ao tema, achei este texto muito interessante. Quero deixar claro aqui que, apesar de concordar com ele, não estou julgando a escolha de ninguém, por favor. Cada um tem seu caminho e se for para fazer o bem, tudo é válido.

Ontem estava devaneando sobre frustrações, hoje após ler este texto pensei que no fundo me afastei de minha espiritualidade. O paganismo é uma prática mais solitária e aos poucos fui me afastando de alguns conceitos que antes eram a base da minha vida. Acho que após algumas crises, acabei por ser mais fraca que minha fé e acredito que hoje em dia isso me faça falta. Queria ler mais, começar a praticar meus rituais e sentir a paz que sentia antigamente, mas hoje em dia nem um incenso eu acendo.

Analisando bem, comecei a me afastar mais quando comecei meu namoro aqui. Meu ex é bem esotérico (pelo menos fala que é), Rosa-Cruz (o qual ele também só lê mas não pratica a máxima maior deles, que é elevar o espírito) e ficou encantado quando eu disse que era bruxa. Tínhamos conversas super frutíferas no início de nosso relacionamento mas depois fui me cansando, pois ele só falava disso e eu tinha outros interesses e, acima de tudo, não dava uma explicação esotérica-cabalística a tudo que acontecia ao meu redor.

Fui ficando meio frustrada com tudo, principalmente vendo que tinha muita gente que estudava horrores, sabia tudo de magia/cabala/tarot, enchia a boca pra se dizer iniciado nisso, 3° grau naquilo e, a raiz mesmo, que é ser um espírito mais elevado, fazer o bem, isso todo mundo esquecia.

Crer em uma força maior que olha por mim e por todos me alivia a alma. E acho que todos devemos acreditar em algo, pois achar que somos simplesmente pó e no final voltaremos a sê-lo sem que acha nada após disso é muito deprimente. Fé nos move. 

Para alguém com qualquer transtorno acho realmente primordial se agarrar numa crença que existe um propósito para tudo que passamos e que tem alguém que olha por nós, mesmo quando estamos sozinhos.

"Jesus disse: Eu sou a luz que está acima deles todos. Eu sou o todo: o todo saiu de mim e o todo se reuniu a mim.Rachai uma madeira: eu estou ali. Levantai uma pedra e me achareis".

Evangelho Apócrifo de São Tomé

Deixo-os com Loreena Mckennit. - The Mystic's Dream



TRADUÇÃO:

Sonho Místico
Um sonho nebuloso numa noite terrena
Pende da lua crescente
Uma canção sem voz, numa luz eterna
Canta à chegada da alvorada
Pássaros em vôo estão chamando ali
Onde o coração move as rochas
Para lá o meu coração anseia:
Tudo pelo seu amor

Uma pintura em uma parede de hera
Aninhada no musgo verde-esmeralda
Os olhos declaram uma trégua de confiança
E então me afasta para longe
Aonde, ao crepúsculo do deserto profundo,
A areia derrete em piscinas do céu
A escuridão deita seu manto vermelho
Suas lâmpadas me chamarão para casa

E então é ali que se dirige a minha homenagem
Apanhada pelo silêncio da noite
Agora eu sinto, sinto você se mover
E cada respirar é pleno
Então é ali que minha homenagem é devida
Apanhada pelo silêncio da noite
Até a distância, a sinto tão próxima
Tudo pelo seu amor

Um sonho nebuloso numa noite terrena
Pende da lua crescente
Uma canção sem voz, numa luz eterna
Canta à chegada da alvorada
Pássaros em vôo estão chamando ali
Onde o coração move as rochas
Para lá o meu coração anseia:
Tudo pelo seu amor

6 comentários:

  1. Oi querida
    Vc sabe que eu sigo a Cristo, e de certa forma concordo com o texto, não sigo religião, sigo somente a Cristo,mas discordo em outros pontos, mas como meu foto aqui não é discutir contigo, exceto do que diz respeito a bebida kkkkkkkk. Quero dizer que Jesus te ama e tem um plano em sua vida # pronto falei, no mais, espero que vc melhore a cada dia e #tamo junto.
    Bjos.

    ResponderExcluir
  2. Ps. tirou as letrinhas de verificação!!!! Aquilo incomoda muito, mas não seria eu quem iria te falar kkkkkkkk.
    Bjos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ahueiahiuehaiuhe sabe que eu achava que eu tinha desabilitado? até que alguém resolveu me falar. eu tb acho um saco!!

      Excluir
  3. Olá!
    Eilan
    Bom dia
    sim...sem entrar muito na questão porque se trata de uma tema meio controverso ( inclusive já fizemos uma Blogagem Coletiva sobre isso que "agitou" a blogosfera). Não podemos confundir espiritualidade como algo relacionado à alguma religião.Um é sistematização de culto e doutrina compartilhados e outra está afeta a questões sobre o significado e o propósito da vida, com a crença, fé, para justificar sua existência e significados.Sempre gera um sentimento de não acredito nisso ou acredito nisso.
    Mas, acredito que a fé e a espiritualidade traz alívio, conforto e recuperação,e nos ajuda a melhorar a relação consigo mesmo e com os outros, não importando o tipo de prática, mas como ela é praticada.Tendem a desenvolver um alto grau de resiliência e a enfrentar situações adversas com mais garra e decisão...ambiente propício para os TPB...
    Obrigado pela visita
    Boa sexta feira
    Beijos


    ResponderExcluir
  4. É difícil compreender o rumo da vida em alguns momentos.
    Mas de uma coisa não se pode esquecer:Nada é a toa.
    Às vezes,
    o melhor parece ser o pior, e o certo aparenta ser errado, mas tudo faz parte,
    tudo contribui ao crescimento e tem um porquê.
    Viver vai muito além de explicações e ultrapassa todo e qualquer entendimento.
    O IMPORTANTE É SER FELIZ! SEMPRE.
    Deus esteja sempre presente em sua vida.
    Um feliz e abençoado final de semana.
    Beijos no coração carinhos na alma,Evanir..
    Em tempo::Agradeço o carinho
    das palavras deixadas com tanto amor
    na minha viagem.
    Agradeço de coração ,
    e saiba você é uma parte da minha vida.

    ResponderExcluir
  5. Bem, xihh que tema mais complicado esse hein...

    Acho que é extremamente importante se agarrar a alguma coisa, em qualquer momento, mas principalmente quando se passa pelo que nós passamos: tpb, depressão, cutting... enfim.
    Por algum motivo que não sei dizer, eu meio que me afastei um pouco da minha espiritualidade ( ou seria apenas religião?) Acho que de alguma forma estando lá, diante do divino, meus monstros internos ficavam muitos expostos. Não quis encara-los. Mas eu acredito em Deus e tenho fé que assim como o restante, isso também vai se acertar.

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito bem-vindo. Mas se você for um desocupado e quiser esculhambar, por favor faça um favor a si mesmo e poupe seu tempo e o meu, ok?

Moderei os comentários, então o que você escreveu vai ser lido por mim antes de aparecer.