Amigos:

5 de abr de 2013

Queria... (2)




Queria não estar tão triste. Sair no sol da manhã e ver o mar, tomar um banho e sentir a água salgada lavando meu corpo de todas as dores.
Queria rir, rir a toa, de algo tolo e talvez inútil. Pegar um ônibus, ver a cidade passando diante de meus olhos, ouvindo talvez Beatles ou Pearl Jam.
Queria não beber sozinha, comer petiscos e um bar qualquer, falar da vida, da rotina, rodeada de pessoas sorrindo.
Queria deitar em seu colo, pegar sua mão, te ver dormindo, te ver sorrindo, te ver tocando com aquela voz que ainda ecoa meus pensamentos.
Assistir TV até meia-noite, comer besteiras no meio da madrugada, ver o sol nascer na praia enquanto o vinho embriaga meu ser.
Que meu telefone tocasse. Queria ouvir uma voz amiga dizendo pra eu não me preocupar, que ia ficar tudo bem, que o pesadelo ia acabar e eu iria logo acordar, em casa, com meus gatos como companhia.
Comer chocolate com pipoca assistindo um filme no cinema, olhar as vitrines sem me sentir neurótica, tomar um chopp, sentar na calçada pra fumar um cigarro.
Queria não me sentir frustrada, culpada, queria não ouvir o quanto está sendo difícil lidar comigo, queria não me sentir um fardo para os (poucos) que me rodeiam.
Queria ser cuidada... abraçada, ninada como uma criança de colo, ouvindo palavras doces de conforto.
Eu queria minha vida de volta. Mas eu estava enganada. O sonho era antes. Agora que é real.
É, já ouvi isso antes. Não estou de ressaca... Ainda estou bêbada.

7 comentários:

  1. Oi Eilam,

    Acabei de ler a reportagem do que é um TPB...O que espero de verdade é que a ciência avance muito mais para ajudar efetivamente, (sem muito a dizer, fiquei pensativa).

    Bem.. obrigada por visitar minha página e pelas palavras.
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. “A verdade é que todo mundo um dia vai se apaixonar e sofrer pra caralho por alguém. Ou você pensa aquela maluca dançando encima da mesa na balada nunca gostou de ninguém? E aquele cara que tem uma agenda telefônica de A a Z com os nomes das mais bonitas, nunca desejou estar com uma única mulher? Bobagem. Não há como evitar esse tipo de coisa. A gente até tenta fugir, se esquiva, corre, muda de calçada, mas quando tem que se envolver, se envolve. E espera ligações, manda torpedos até a outra pessoa responder, sente ciúmes, chora, briga, sente falta. E no máximo consegue sofrer calado. O que não significa que não está sofrendo. Não dá pra esconder quando a gente se apaixona. E isso é normal. O problema é que gente tem mania de pensar que só porque ouviu um ‘’eu gosto muito de você’’ significa que tudo vai dar certo o tempo inteiro. Mas não dá. As pessoas erram, falam besteiras, fazem besteiras, se arrependem, pedem desculpas e voltam atrás. E a gente perdoa, tenta esquecer, deixa pra lá, volta atrás e fica de bem. É esse o ciclo. Isso é se apaixonar. Se apaixonar não é só mandar flores, dizer coisas bonitas , fazer declarações em redes sociais. Se apaixonar é ficar bravo, explodir de ciúmes, mandar pra puta que pariu, e não conseguir evitar aquele sorriso bobo só de ouvir o nome do desgraçado. Isso é se apaixonar.”

    ResponderExcluir
  3. Amiga, temos nossos momentos, mas a certeza é VAI FICAR TUDO BEM, depois a gente terá mais algumas dificuldades. "Você será feliz, mas antes a vida vai te ensinar a ser forte." pensa em todas as pessoas que não tem a sua sensibilidade para ver o mundo, eles nunca saberão é como dar assas a um elefante, eles nunca voarão tão alto como nós "penas" que só precisamos de u sopro de vento para nos erguemos e encantarmos com nosso voo, pois não era para estar lá. aí esta a magia, as tão enfatizadas "loucas" "incapazes" são justamente aquelas que dizem e se dão conta das maiores verdades! Avante! pois o mundo não quer nos ouvir, então vamos gritar bem alto para obrigá-los a escutar o rangir de nossos corações... AAAAAHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH =p

    ResponderExcluir
  4. Alguém acredita nisto? "Auto-mutilação é sobre sobrevivência. É uma maneira de dar voz ao que não se consegue dizer"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muita gente acredita sim, apesar de não fazer sentido racionalmente.
      eu sou uma delas.

      Excluir
    2. Ter mudanças acentuadas humor não significa que a pessoa é bipolar, a bipolaridade que leva a pessoa a tornar-se maníaco, faz com que a mesma tenha várias atitudes negativas ao ponto de perder a noção da realidade, pensa que todas as pessoas tem que lhe dar atenção e que as mesmas devem de ter uma atitude de submissão, isto e muito mais causa desconforte nas pessoas mais próximas.
      Todas as pessoas incluindo as que sofrem da doença, devem interiorizar que o ontem já passou, que o hoje é importante e que o amanhã logo se vê, se interiorizar isto certamente que vai ganhar autoconfiança para enfrentar tudo e aceitar humildemente que nunca é o dono da razão nem das pessoas.
      O abuso de álcool e de outras substâncias é degradação total do corpo humano, comportamento que abre as portas com a maior das facilidades para o isolamento, o que só vai agravar a situação.
      Nunca se esqueça do seguinte: “ cada passo que dá em frente é o caminho para o futuro, assim como, é o distanciamento do passado”
      Um abraço e um bom domingo.

      Excluir
  5. Acho que me sinto assim hoje... queria tanto que as coisas voltassem a ser como antes...

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito bem-vindo. Mas se você for um desocupado e quiser esculhambar, por favor faça um favor a si mesmo e poupe seu tempo e o meu, ok?

Moderei os comentários, então o que você escreveu vai ser lido por mim antes de aparecer.