Amigos:

25 de mai de 2013

Contos de Fadas



Cinderela é uma piada. A Bela Adormecida provavelmente nunca acordou pois o príncipe deve ter encontrado outra no caminho. Branca de Neve, bem esta morreu mesmo. Envenenada.

Os contos de fadas deviam ser proibidos para crianças, principalmente as meninas. Enfiam em nossas mentes idéias ilusórias de um mundo perfeito onde o príncipe encontra sua princesa e todos são felizes para sempre. Não há TPM. Não há crises, ciúme e principalmente transtornos de personalidade. Se bem que a fixação da Bela por alguém que só gritava com ela deveria ter sido estudado. Fora a burra da Branca de Neve, já citada, comendo a primeira maçã que uma velha com cara de louca ofereceu.

Então cá ficamos, esperando o cavalo branco. Aquele que nos amará como somos, não importando os defeitos. Ele será fiel e dedicado e nenhuma lágrima será derramada.

Desculpem, mas isso é tolice. O reino encantado está nos livros. A realidade é bem inversa. Aqui os caras nos humilham, traem, rejeitam. E ao contrário do que ensinam os livros, quanto mais amor você demonstrar, mais dedicação você tiver, pior será tratada. Quem nunca ouviu: "o homem não pode se sentir seguro demais!"? Alguém já parou para pensar numa besteira dessas? Primeiro nos fazem acreditar em amor eterno e depois te dizem que se você demonstrar amor demais não será valorizada. Então o que é valorizado? Indiferença?

É. O que está em voga ultimamente é exatamente isso. A não crença no amor. Uma apologia louca à uma auto-estima super-estimada, onde nos mandam ser "donas do nosso próprio nariz" e independentes, porém casar, ter filhos e de preferência ganhar muito dinheiro para contratar uma babá. E hoje em dia com a nova lei isso está bem difícil. Fora nosso "príncipe" que se ficou conosco tempo suficiente para encarar um pseudo-final feliz, que muito provavelmente vai esperar alguns anos de casamento para nos deixar e aos filhos, atrás do primeiro par de peitos mais durinhos que passar pela frente deles. A dona destes com certeza dá a ele a indiferença que não demos, por isso é mais desejável.

Por isso que hoje, chorando de saudade de um grandissíssimo filho da puta, insensível, frio beirando a psicopatia, eu peço para que eu esqueça de vez todas estas idéias românticas que insistiram em enfiar na minha cabeça.e tenha forças para viver, ao invés desta sobrevida patética.

Pois pelo que vi, "happy ending" é utopia.

8 comentários:

  1. queria muito dizer que discordo, queria me zangar contigo....mas não posso.
    sinta ai um abraço de quem
    pensa parecido...

    ResponderExcluir
  2. Concordo totalmente contigo. Essa idéia do amor absolutamente romântico é algo que frustra demais as pessoas porque não corresponde à realidade.

    Beijocas

    ResponderExcluir
  3. Concordo. Texto perfeito. Também conheço dois grandissíssimos filhos da puta que sacanearam comigo, em épocas distintas, claro.
    E quer saber?
    Sou mais feliz sem eles.

    ResponderExcluir
  4. Bom, seguinte...eu não acho que deva-se desprezar tanto os contos de fadas devido ao felizes para sempre com um homem. Na verdade os contos de fadas focam-se muito mais em outros aspectos e o tal final feliz é mais para conclusão da história. Eu aprecio muito a literatura dos contos de fadas e os originais são bem diferentes das versões Disney. Mas os clássicos Disney tem sua magia não necessariamente pelo final feliz do casalzinho, mas sim por aspectos técnicos e de adaptação.
    Um pouco de fantasia não faz mal á ninguém desde que saibamos que é fantasia.
    A vida real não é assim mas não é porque vc sofreu uma desilusão amorosa que vai crucificar tudo. Ok, eu sou contra melação em um relacionamento mas acho que o importante é a cumplicidade, amizade e entendimento...demonstrar sentimentos em demasia por outrens realmente não é bom pois com o tempo corremos o risco de nos desvalorizar, por isso é importante ter um limite e - ai entra novamente - a amizade.
    Ás vezes criticamos muito o outro lado mas também ás vezes temos que pensar se em alguns aspectos contribuimos para isso. Vivencio um relacionamento com altos e baixos mas com o tempo aprendo constantemente que é importante sabermos balancear as coisas, filtrar e expor o que pode e o que não pode.
    Tá, ficou meio confuso mas acho que é isso rs.
    E cá entre nós..vc não acredita MESMO que as meninas de hoje acreditem em contos de fadas? Elas acreditam mais nas letras de funk e se desvalorizam cada dia que passa...
    bjs

    ResponderExcluir
  5. Passa aqui depois:
    http://reflexoemcoisasdemulher.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Gosto de literatura mas tenho que concordar com o seu texto querida, e nos últimos dois anos não tenho mais saco pra essas coisas de amor romântico e final feliz. E quando me pego viajando com aquele perfil casalzinho-feliz da novela das nove, que tem música tema e que até pensam um no outro no mesmo momento, logo me dou um "tapa" na cara e digo bem alto pra mim mesma "é ilusão"... "é ilusão"...

    Bjus
    Bom fim de semana!

    ResponderExcluir
  7. Infelizmente essas histórias da Disney acaba com as crianças, principalmente as meninas, crescemos esperando o princípe encantado, perfeito, porém não é apresentado a realidade do príncipe, um pessoa normal e cheia de defeitos como nós.
    Por isso que dizem, a gente aprende muito com a vida, e no decorrer da vida não podemos desistir dos nossos sonhos, mas aprender com as dificuldades, a nos valorizar sim, porém não se julgar melhor que os outros.
    Acredito que quando nos valorizamos encontramos alguém que nos complete, porém não podemos deixar de nos amar.
    Bjss

    ResponderExcluir
  8. Não existem happy endings?????????? Oo
    O que fazer, para onde irei? Quantas navalhas usarei, minha garganta não é tão laga para engolir tantos comprimidos.... Devemos casar com mulheres e se adaptar aos gelados vibradores??? Oh God!!! Já basta disso!!!

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito bem-vindo. Mas se você for um desocupado e quiser esculhambar, por favor faça um favor a si mesmo e poupe seu tempo e o meu, ok?

Moderei os comentários, então o que você escreveu vai ser lido por mim antes de aparecer.