Amigos:

12 de set de 2013

DA INESPERADA VISITA




“Felicidades se encontra é nas horinhas de descuido”... Foi Guimarães Rosa quem disse e eu humildemente concordo com ele. 

Felicidade não tem compromisso com hora ou lugar, ela simplesmente vem e mora... Até ter vontade de se mudar pra outro canto, até se pintar de outra cor. Até ser outra canção pra se dançar e deixar leve o espírito.

Eu bem acho que isso de ser feliz é coisa de não existir. Conjuga-se a felicidade com o verbo ‘estar’, que implica transitoriedade, que não dá ao sujeito a ilusão de ficar pra sempre. Por que não é de praxe dos sentimentos a condição estática. Por que é da efemeridade o seu entendimento... Então, se bate à porta a tal felicidade, é preciso que o sujeito descuidado a perceba e lhe dê o melhor acolhimento possível. Trate-a feito a visita mais importante, dê-lhe absoluta atenção e disponibilidade pelo tempo deliciosamente indeterminado. 

O sujeito feliz faz feliz a toda a gente. E depois, quando ela vai embora, talvez sem despedida ou demora, até as saudades ficam por um bocado de tempo cheirando à felicidade. Tudo quanto é pensamento remete à sua visita encontrada na horinha inesperada. E o sujeito sabe que, quando houver outra hora descuidada, é preciso beber um gole generoso da sua bebida. É preciso mordê-la com gulodice, amarrota-la de beijos sem a mínima cerimônia.

A felicidade, às vezes eu penso, que seja logo ali no sorriso do menino. Eu gosto quando ela está no olho de quem eu amo. Eu sorrio quando ela se espalha, ainda que efêmera, e contamina um bocado de gente.

A felicidade tem vezes de ser ligeira, mas toda a vida é massa.


* Post da blogueira convidada (de honra) Milene Lima, do blog Inquietude. Mais uma visão muito linda dessa coisa que a gente acha tão difícil de conseguir, a tal da felicidade... ;)

Mi, AMEI. Arrasou. Como sempre.


3 comentários:

  1. Rsrs... E eu tinha pensado no título "Essa Tal Felicidade". Olha só como estamos sintonizando.

    Essa tua ideia de homenagear a felicidade foi incrível, linda, sensível.

    Assim como você é, né?
    Honrada fiquei eu pelo convite.
    Verdadeiramente, obrigada.

    Beijo, menina!

    ResponderExcluir
  2. Adorei, adorei, adorei!
    Òtimo texto, leve, e gostoso de ler ;)

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Que lindo! Dá vontade de ser muito feliz!!! Essa felicidade simples, amena. Bjs

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito bem-vindo. Mas se você for um desocupado e quiser esculhambar, por favor faça um favor a si mesmo e poupe seu tempo e o meu, ok?

Moderei os comentários, então o que você escreveu vai ser lido por mim antes de aparecer.